Jun52007

Como diminuir a ansiedade?

satisfacao

Auditório quase cheio, mas Silmara consegue descobrir dois lugares bem na frente. Queria aproveitar cada palavra do bamba no assunto pelo qual se interessava tanto.

- Ah, não! Vamos nos sentar aqui mesmo. Perto da porta dá para sair mais rápido.

- Sossega, criatura! Nem bem chegamos e você já está pensando na hora de ir embora!

Aquela era Zélia, muito afobada, diziam. Se fosse visitar alguém, ou servisse de acompanhante, por mais que insistissem, ela permaneceria em pé, ainda que longo tempo.

- Estou bem assim, só passei mesmo para dar um oi.

Algumas pessoas estão sempre passando, como se outra coisa, outra tarefa, outra idéia, outra pessoa estivessem esperando por ela. Diferente de quem faz rápido, mas se coloca no que está fazendo, elas fazem tudo com pressa para acabar logo.

“O planejamento é um fator importante para o sucesso de nossas realizações, mas se nos torna ansiosos pelo passo seguinte, alguma coisa está errada” Temos alguns exemplos: aquele que olha o relógio o tempo todo, mesmo que não tenha outro compromisso marcado; aquele que pegando um fio de conversa nos faz uma pergunta só para se dizer presente, porém não ouve a resposta, pois, antes que terminemos, ele já enveredou por outro assunto; ou o aluno que entra na sala perguntando a que horas o professor vai fazer a chamada, para que possa sair; e até aquele estudante que primeiro enumera as respostas e depois percebe que não deixou espaço suficiente para satisfazer a pergunta anterior.

Todos querem ver o final, livrar-se da situação, inclusive aquele ator que acelera a cena – talvez por conta do nervosismo – deixando escapar ao público seu desconforto.

Fazer uma coisa pensando na próxima pode não significar apenas que o sujeito planejou o seu dia. O planejamento é um fator importante para o sucesso de nossas realizações, mas se nos torna ansiosos pelo passo seguinte, alguma coisa está errada. Ao contrário, ele deve servir à nossa tranqüilidade, para que estejamos, de fato, em cada momento vivido, sem nos preocuparmos demasiadamente com o que vem pela frente.

Uma coisa é planejar e desenvolver o planejado, outra é atropelar uma etapa em função da posterior. Planeja-se para que se possa cumprir da melhor forma cada fase e não para considerar terminado um projeto.

Estar presente em cada atividade, extrair o máximo do que ela pode nos oferecer em experiência sensória, emocional, racional, permite, além do conhecimento daquilo que se está fazendo e de nós mesmos, um grande prazer que nos ativa e mobiliza. Podemos enxergar oportunidades, pois nos tornamos donos do processo e, portanto, mais capazes de tomar decisões que o beneficiem e de encontrar soluções para os imprevistos. Isso vale tanto para os grandes projetos, a longo prazo, como para as minúcias do cotidiano.

Exercitar-se em se colocar o mais inteiro possível nas pequenas coisas, em dar a elas o tempo devido, é uma maneira de lidar com a ansiedade. Podemos começar prestando atenção aos nossos gestos, movimentos e à seqüência e velocidade dos nossos pensamentos, desde a forma como levantamos da cama, escovamos os dentes, tomamos um banho, usamos a toalha, trocamos de roupa, até as maiores tarefas que envolvem nossa profissão e nossos relacionamentos.

Por Angelina Garcia

**********

Com efeito, colocar-se inteiro nos pequenos gestos ajuda a diminuir a ansiedade.
Essa, pois, é a sugestão que exteriorizo aqui hoje.

A todos vocês uma excelente semana com muita satisfação em tudo que fizerem.

obs1: assim que possível responderei os e-mails a mim endereçados. O tempo é exíguo, sei que sou um tanto quanto ausente, mas leio tudo que me enviam.

obs2: não sei se notaram, mas instalei mais alguns novos plugins: um para imprimir o post desejado e outro para enviar o post a amigos (e inimigos também, para que eles possam evoluir e deixar vocês em paz. rsrs) por e-mail. Testem aí e me digam o que acharam: se ficou bom, se não ficou, etc.

obs3: já me indicaram como “blog que faz pensar” (um tal think blog award) e pediram várias vezes para indicar blogs preferidos, mas peço desculpas, uma vez que não vou fazer isso. Há muitos blogs que gosto e todos me acrescentam algo, por mais bobo ou inútil que possa parecer. Além do mais, o que me faz visitar um blog é muito mais o autor dele que qualquer outra coisa. Inclusive por isso fico chateado de não poder fazer visitas com frequência: é que não visitando acabo por fragilizar a relação que tenho com os respectivos proprietários; pelo menos com aqueles que não compreendem minha ausência.

Estação da luz – Alceu Valença

Comente você também



Você gostou daqui? Então  assine o feed RSS dos posts e todas as vezes que o blog for atualizado você será avisado. Para mais explicações, clique aqui. É grátis!

31 Respostas

Comment RSS Trackback URL
  1. ErikaJune 5th, 2007
  2. YvonneJune 5th, 2007
  3. Daniela MannJune 5th, 2007
  4. NilzaJune 5th, 2007
  5. ChawcaJune 5th, 2007
  6. AnaJune 5th, 2007
  7. TinaJune 5th, 2007
  8. Lulu on the skyJune 5th, 2007
  9. MichaJune 5th, 2007
  10. BrunaJune 6th, 2007
  11. Janaina RotondaroJune 6th, 2007
  12. Rafael ReinehrJune 7th, 2007
  13. EngraçadinhaJune 7th, 2007
  14. Janaina RotondaroJune 8th, 2007
  15. Janaina RotondaroJune 8th, 2007
  16. Claudia BlueJune 11th, 2007
  17. ricardoJune 11th, 2007
  18. Janaina RotondaroJune 11th, 2007
  19. DOJune 11th, 2007
  20. Lila RoseJune 12th, 2007
  21. Jair SoaresAugust 6th, 2007
  22. KellySeptember 19th, 2007
  23. Nuno PimentaJuly 27th, 2008
  24. LENIIVALDOAugust 25th, 2008
  25. laercio de sousaApril 21st, 2009
  26. M.S.September 15th, 2009
  27. JUDINETE REIS RAMOSJanuary 23rd, 2010
  28. junior goisMarch 25th, 2011
  29. KellyOctober 3rd, 2011
  30. beneOctober 3rd, 2011
  31. DalvaAugust 29th, 2012

Deixe um comentário


Você pode marcar a caixa de seleção acima e ser avisado por email de cada novo comentário deixado nesse post. De qualquer maneira, a minha resposta a seu comentário será feita por e-mail.