O amor começa com você

loversAmar alguém profundamente requer muita coragem. A coragem de amar e de partilhar momentos é a coragem de se desnudar não só fisica mas emocionalmente.

Quando duas pessoas estão nuas, pele contra pele, vivenciam uma intimidade e uma vulnerabilidade únicas. Quando os dois têm coragem de se desnudar emocionalmente, tocando a alma um do outro, tiram as roupas, despem-se juntos em todos os sentidos.

Não há maior equívoco do que imaginar que o amor é uma força exterior que se abate magicamente sobre nós e nos enche de paixão e ardor.

No início, quando a gente se apaixona, tem de fato essa impressão. O coração se abre repentinamente para alguém que derrama nele toda espécie de emoções deliciosas… Por um tempo, o relacionamento se alimenta desse “barato” inicial.

Com o tempo, porém, o amor perde essa força e você fica esperando que a pessoa amada faça alguma coisa para que os dois se unam mais e mais. Esperar que ele a preencha com muito amor é um erro. Você precisa aprender a se apaixonar por ele uma vez após a outra, sem cessar.

O amor sempre começa com você. É uma escolha que faz, a cada momento, de olhar para aquilo que é digno de amor nele. Quando fica esperando que ele diga algo para reacender a chama do amor, está apenas preparando o terreno para desapontamentos. Não cabe a ele ser digno de carinho. Cabe a você ser carinhosa com ele – conhecer seus desejos e tentar satisfazê-los, dar-lhe atenção, afeto e admiração e deixar que ele perceba, por meio de atitudes, de consideração e de palavras, que o valoriza.

Esse tipo de desapego exige muitos momentos de “nudez”, nos quais você deixa seu ego para trás e se move em direção ao universo, à mente e ao coração de seu homem. Você o sente por inteiro, de dentro para fora, e pergunta a si mesma de que ele precisa. Chamo essa prática de opção pelo amor. Como qualquer outra coisa, o amor precisa de equilíbrio. Você tem de preencher suas necessidades e certificar-se de que uma paixão nunca vai comprometer sua integridade.

Quando os dois param de esperar pela iniciativa um do outro, quando decidem tomar a dianteira, o relacionamento flui e cresce. É assim que deveria ser a dança do amor.

(do livro Real Moments For Lovers, Barbara de Angelis)

When you say nothing at all – Alison Kraus

Comentários

  1. Lela disse

    O amor começa em cada um. Hoje tenho certeza que eu me amo e posso amar alguém.
    Obrigada, por tudo.

  2. eduardo disse

    O amor comeca e nao termina ele so termina por fora mais por dentro ele esta vivo de coracao aberto para quem quiser amar e se apaichonar.

  3. Cintia Carvalho disse

    Oi Cirilo!
    Cheguei até vc pesquisando na net sobre auto ajuda. Por acaso, encontrei o seu e entrei para conhecer.
    Adorei seus textos. Simples e singelos.
    Principalmente este aqui que fala sobre o amor.
    Lindo demais.
    Belo blog.

    Um abraço.
    Cintia Carvalho.

  4. Drê disse

    Lindo Texto !
    Amar nada mais é que se entregar e esquecer de orgulho,ego e dar esses lugares a compreensão, paciencia,humildade.O problema é quando ama e não é correspondido aii fica um bom tema para um proximo post !rs
    Beiijos!!

  5. Nanci disse

    Nao sei como apareceu na minha tela essa pagina, o que eu sei e que foi escrito para mim……. Obrigada

  6. Leticia Carolina disse

    Cirilo,
    Que este fim de semana seja de muito amor, paz e muita magia.
    Muito linda a música de Alison Kraus a tradução nem se fala…
    beijinhos,
    Lê…

  7. Micha disse

    é verdade…
    se Deus quiser, assim será…

    Um ótimo fim de semana para você!!!!

    /(,”)\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_…………….

Deixe um comentário