Ser pai.

pai2.jpg

De todas as minhas modestas dimensões humanas, a que mais me realiza é a de ser pai.

Ser pai é, acima de tudo, não esperar recompensas. Mas ficar feliz
caso e quando cheguem. É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão. É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão) com os próprios erros.

Ser pai é aprender, errando, a hora de falar e de calar. É
contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois. Mas jamais falar no momento preciso. É ter a coragem de ir adiante, tanto para a vida quanto para a morte. É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho, fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.

Ser pai é aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez.
É esperar. É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo. Portanto, é agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protege-lo-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.

Ser pai é: saber e calar. Fazer e guardar. Dizer e não insistir.
Falar e dizer. Dosar e controlar-se. Dirigir sem demonstrar. É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia, jamais transferindo aos filhos o que, a alma, lhe corrói. Ser pai é ser bom sem ser fraco. É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição, o seu lado fraco, desvalido e órfão.

Ser pai é aprender a ser ultrapassado, mesmo lutando para se
renovar. É compreender sem demonstrar, e esperar o tempo de colher, ainda que não seja em vida. Ser pai é aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão. Mas ir às lágrimas quando chegam.

Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição. É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho. É saber brincar e zangar-se. É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.

Ser pai é saber receber raiva, incompreensão, antagonismo, atraso
mental, inveja, projeção de sentimentos negativos, ódios passageiros, revolta, desilusão e a tudo responder com capacidade de prosseguir semofender; de insistir sem mediação, certeza, porto, balanço, arrimo, ponte,mão que abre a gaiola, amor que não prende, fundamento, enigma,pacificação.

Ser pai é atingir o máximo de angústia no máximo de silêncio. O
máximo de convivência no máximo de solidão. É, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele,não necessita para viver. É quem se anula na obra que realizou e sorri,sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.

Arthur da Távora

*****

A todos que são tudo isso ou ao menos tentam sê-lo,
Feliz Dia dos Pais.

Pai – Fábio Jr.

Comentários

  1. Eldes Morais disse

    Queria apenas agradecer pelo trabalho que têm feito, principalmene a mim. tenho aprendido muito para ser “Um bom pai”. Continuem assim, pois tenho a certeja que com vocês terei minha familia muito feliz. Aquele abraço de Eldes.

  2. Tiago Vieira disse

    Parabéns, bonito texto, irá me ajudar bastante em ser um bom pai para meus filhos, mesmo sendo um pai novo e solteiro. Quero o melhor pra eles.

  3. claudemir f s duarte disse

    ola, acho que toda crianca deveria nascer com manual de instrucao , achava isso quando ate intao meu filho nasceu, algo maravilhoso que a vida que intrega na sua algo de pequeno mas de tal valor que o convivio transforma o pai como a mae a natureza humana de bem querencia , nos faz mudar a ponto de nos esquecer um pouco e fazer de tudo pelo filho. vejo que hoje tenho um filho maravilhoso e o manual de intrucao que anunciei que deveria vir com a crianca, ele veio e esse manual e o amor que surge quanto vc ver o seu filho pela primeira vez … e sabera que seu filho lher dar um amor graduito e sencero mesmo pequeno ……. aqui fica tambem uma homenargem para todos os paes principalmente para as maes que nos presenteia com uma maravilha de sermos pais ….. fui criado so com minha mae nao tive amor de um pai, pois o amor de minha mae subistituiu e muito bem a do meu pai, hoje quero ser o melhor pai do mundo e serei. e casei com uma molher maravilhosa que dara o mesmo amor a um pequeno e grade futuro homem

  4. douglas disse

    Arthur, achei lindo o texto, muito comovente.
    Tanto que resolvi fazer um slide a partir do texto no jornal.
    Não é algo de expert, mas sera feita uma apresentação em uma instituição para o dia dos pais. Vc me autoriza? rsrsrs
    Seu nome esta nele e claro, as honras são suas.
    Um forte abraço!!

  5. Bel disse

    O Arthur da Távola tem o poder de transmitir em suas palavras o sentimento que vai no coração da gente. Belíssimo texto.
    Acredito que ser pai é aquele que orienta, estimula, parabeniza, chama à atenção. Enfim, o verdadeiro pai é aquele que prepara o filho para encarar a vida sem medo, com a confiança de que pode andar com as próprias pernas, porque se cair, tem a segurança de poder contar com a mão amiga do pai para se levantar. Portanto,todo dia é dia do pai! Abraços.

  6. *Veri* disse

    Oi CIRILINHO LINDO!
    É um maravilhoso texto esse, e assim seria tão bom que todos homens que viessem a ser pai sentisse isso!
    Porque acho muito gratificante ser bom pai!
    Pai qualquer um pode ser, agora bom pai e que ame seus filhos e faça o que precisa nem todos infelizmente!
    Meu papi é severo, mais é bom, porque sei que me ama muito!Um Xêro de jasmim e rosas!
    Beijokinhas docinhas em seu amado e lindo coração

  7. Luiz disse

    Grande Cirilo!!!!!!!!!!! Tudo bem?
    Olha, essa foto e esse texto sobre “Ser pai” são perfeitos, muito bonitos mesmo. Dei uma rápida olhada no post anterior e gostei tb da frase “Cada um dá o que possui”,acredito piamente nisso.
    Olha, vou indo, depois a gente se fala mais no MSN.
    Abraços
    fui!

  8. Dostoiévski disse

    Revendo os arquivos do meu blog, descobri um comentário que você deixou, no segundo mês e resolvi ver se ainda estava ativo o link, fui parar em um site antigo, porém aqui cheguei e me espantei com tão maravilhoso texto sobre os pais.
    Valeu a caminhada.

  9. Cirilo Veloso Moraes disse

    Jussiana, é o seguinte: por alguns problemas havidos com o host (lugar onde se hospeda um site), o blog da amiga Sam, bem como o da também amiga Chris, foi tirado do ar.

    Assim que tais problemas forem resolvidos, os mesmos retornarão. Creio que esta semana tudo já esteja normalizado.

    Não os esqueça e caso alguém pergunte por eles, favor passar essa informação que acabo de lhe fornecer.

    Beijos mil. Grato pela compreensão.

  10. Jussiana disse

    olá..

    lindo este texto..como tants outrs do Arthur da Távora…
    Cirilo..o que virou o blog da samanta? q era amor proibidoe passou para amor intenso e agora nao tem mais? sabe me informar.adorava ler o q ela escrevia.
    bjus

Deixe um comentário